Sándor Ferenczi e a psicanálise: pela errância das experimentações

 Marcos Mariani Casadore (Docênte da graduação de Psicologia das FIO)

O húngaro Sándor Ferenczi (1873-1933) tornou-se um dos mais importantes discípulos de Freud, quando as bases da ciência psicanalítica ainda se encontravam em desenvolvimento. Fiel ao mestre, ele fazia parte do núcleo próximo do fundador da psicanálise, formado por psicanalistas como Carl Gustav Jung, Alfred Adler e Otto Rank. E assim como eles, no transcurso da prática terapêutica, desenvolveu divergências teóricas em relação aos preceitos freudianos, embora não tenha se tornado "oficialmente" um dissidente, uma vez que sua morte se deu antes do cisma.

As teorias ferenczianas são tidas até hoje como importantes contribuições à ciência psicanalítica. Associado aos chamados casos difíceis, Ferenczi colaborou para uma melhor compreensão das psiconeuroses, do desenvolvimento do aparelho psíquico e das técnicas com as quais se busca facilitar o processo de "cura" por meio da psicanálise.

Nesse livro, o mestre em Psicologia e professor Marcos Mariani Casadore discorre sobre a trajetória de Sándor Ferenczi em suas relações com a teoria freudiana e o movimento psicanalítico, expõe aspectos biográficos e analisa seus principais escritos produzidos entre as décadas de 1910 a 1930.

Casadore destaca ainda a "errância" - no sentido de "desviar-se do caminho", como as tribos nômades que vagavam por territórios segundo suas necessidades - como distintivo da construção teórica de Ferenczi.

O autor procura revelar novas leituras e posicionamentos sobre as postulações teórico-clínicas de Ferenczi, que ainda permanecem adequadas e incisivas "para a atuação clínica e o pensamento a respeito das demandas subjetivas e sociais da contemporaneidade".

 

Introdução ao desenvolvimento de aplicações Java desktop com Netbeans 6.7

livro introducao java GuilhermeESergioGuilheme Orlandini e Sérgio R. Delfino, ambos professores do curso de Bacharelado em Sistemas de Informação das Faculdades FIO lançam livro que mostra como criar aplicações Java Desktop utilizando a IDE NetBeans 6.7.

Inicialmente, parte-se de uma instalação e compreensão básica da IDE NetBeans, criação de aplicações simples até a criação de uma aplicação que faz acesso e manipulação de banco de dados MySQL com operações de inclusão, exclusão, alteração e pesquisa. Cada aplicação é criada e explicada passo a passo, bem como cada componente Swing utilizado nas mesmas.

Os mesmos conceitos podem ser aplicados em outras versões da IDE NetBeans. Tem como objetivo auxiliar iniciantes em programação em Java a criar suas aplicações utilizando interfaces gráficas, e também criar aplicações que façam uso de banco de dados (para um melhor proveito deste livro, o leitor deve ter conhecimentos relacionados à orientação à objetos). Para a criação das aplicações, é abordada a IDE NetBeans 6.7.

Muitos recursos desta IDE têm sua utilização explicada neste livro, de modo a auxiliar o leitor a obter um melhor proveito de tais recursos na criação de aplicações. Os mesmos conceitos podem ser aplicados em várias outras versões da IDE NetBeans. Como sistema gerenciador de banco de dados, é abordada a utilização do MySQL, desde a instalação até a criação de tabelas. No capítulo onde se aborda a criação de uma aplicação que faz acesso a banco de dados, são utilizados comandos SQL (Structured Query Language).

Não é abordado neste livro o framework Hibernate. Procurou-se transmitir através deste livro conhecimentos e explicações baseadas em experiências adquiridas pelos autores ao ministrar aulas de programação em Java.

Muitas das informações disponibilizadas têm base em materiais de aulas e dúvidas de alunos. Existem vários livros de Linguagem Java disponíveis atualmente, porém devido à amplitude desta arquitetura, muitos autores tentam explorar diversos assuntos em um mesmo livro, o que pode muitas vezes inibir o leitor iniciante em Java. Assim, optou-se pela criação de um livro bastante focado à aplicação prática na criação de interfaces gráficas em Java e acesso a banco de dados.

A Depressão como "Mal-estar" Contemporâneo

A Depressão como

A Depressão como "Mal-estar" Contemporâneo.

A depressão é compreendida neste livro a partir da perspectiva da Psicanálise. O autor problematiza a questão da proliferação dos diagnósticos de depressão na atualidade e a sucessiva e indiscriminada medicalização dos sujeitos. Este livro é fruto de um projeto de pesquisa de mestrado em Psicologia (UNESP/2009), de forma que as reflexões teóricas desenvolvidas pelo autor são articuladas a partir de sua experiência clínica em saúde pública. A obra contempla uma discussão acerca das configurações sociais atuais produtoras de novas formas de subjetivação, considerando a constituição do sujeito psíquico, e resgatando a partir de Freud uma compreensão possível acerca do fenômeno depressivo. Ainda discute-se e problematiza-se a demanda de cura das individualidades, a subsequente identificação com o diagnóstico e as ofertas terapêuticas excessivamente medicamentosas, em especial no que diz respeito ao problema da depressão. Por fim, a partir do referencial teórico da Psicanálise o autor oferece uma possibilidade de reflexão com relação aos imperativos e ideais de saúde/bem-estar vigentes na contemporaneidade, bem como, aponta para uma abertura de discussões necessárias no que diz respeito às formas de se lidar com o sofrimento psíquico na atualidade.

 

Áreas:

Ciências da Saúde,

Ciências Humanas, Psicologia, Psicanálise.

 

Sobre o autor:

Doutorando em Psicologia; Mestre em Psicologia (UNESP);

Psicólogo Clínico; Professor de Psicologia.

Estudos Contemporâneos de Direito: desafios e perspectivas

Estudos Contemporâneos de Direito: desafios e perspectivas

Os professores da Faculdade de Direito das Faculdades Integradas de Ourinhos (FIO), concluíram no final de 2010 o livro "Estudos Contemporâneos de Direito: desafios e perspectivas".

A obra organizada pelos professores e advogados Murilo Angeli Dias dos Santos e Dirceu Pereira Siqueira, tem o objetivo de reunir pesquisas aprofundadas dos docentes das FIO e presentear a comunidade jurídica ourinhense com estudos de grande relevância atual.

 A proposta do livro é revisitar a Ciência Jurídica de um modo crítico, analisar as novas perspectivas de interpretação do Direito e suas consequências. “Trata-se de um trabalho coletivo, transdisciplinar, que envolve a participação de 14 docentes do curso e mais alguns convidados”, explica o professor Murilo Santos. 

A obra aborda as áreas do Direito Constitucional, Civil, Penal, Trabalhista e Processual, além da Filosofia e da Psicologia Jurídica. Destacam-se as participações de alunos formados em Direito pelas FIO, da psicóloga Elizabeth Piemonte Constantino e do renomado filósofo brasileiro Luiz Paulo Rouanet.

 Público alvo - O livro é dirigido aos estudantes e aos operadores do Direito de um modo geral. “A nossa Faculdade de Direito, prestes a completar 10 anos de existência e com 9 turmas já formadas, precisava mesmo lançar um livro que marcasse sua tradição de qualidade no ensino jurídico” afirmou o professor Dirceu Siqueira.

 Autores – Os autores que são docentes da graduação em Direito das FIO são:

  • Profa. Ana Paula Sefrin Saladini (Direito Processual do Trabalho)
  • Profa. Carla Bertoncini (Direito Civil)
  • Profa. Consuelo Biacchi Eloy (Psicologia Jurídica)
  • Prof. Daniel Marques de Camargo (Direito Processual Civil)
  • Profa. Danielle de Oliveira Cabral Faria (Teoria Geral do Estado)
  • Prof. Dirceu Pereira Siqueira (Direito Internacional)
  • Prof. Emmanuel Gustavo Haddad (Deontologia Jurídica)
  • Prof. Frederico de Ávila Miguel (Direito de Família e Sucessões)
  • Prof. Gustavo Henrique Paschoal (Linguagem Jurídica)
  • Prof. Luiz Fernando Kazmierczak (Direito Penal)
  • Prof. Maurício Gonçalves Saliba (Sociologia Jurídica)
  • Prof. Murilo Angeli Dias dos Santos (Filosofia do Direito)
  • Prof. Paulo Mazzante de Paula (Direito do Trabalho)
  • Prof. Vinícius Gonçalves Rodrigues (Direito Processual Penal)

Mais artigos...

  1. Gestão da Inovação