A Depressão como "Mal-estar" Contemporâneo

A Depressão como

A Depressão como "Mal-estar" Contemporâneo.

A depressão é compreendida neste livro a partir da perspectiva da Psicanálise. O autor problematiza a questão da proliferação dos diagnósticos de depressão na atualidade e a sucessiva e indiscriminada medicalização dos sujeitos. Este livro é fruto de um projeto de pesquisa de mestrado em Psicologia (UNESP/2009), de forma que as reflexões teóricas desenvolvidas pelo autor são articuladas a partir de sua experiência clínica em saúde pública. A obra contempla uma discussão acerca das configurações sociais atuais produtoras de novas formas de subjetivação, considerando a constituição do sujeito psíquico, e resgatando a partir de Freud uma compreensão possível acerca do fenômeno depressivo. Ainda discute-se e problematiza-se a demanda de cura das individualidades, a subsequente identificação com o diagnóstico e as ofertas terapêuticas excessivamente medicamentosas, em especial no que diz respeito ao problema da depressão. Por fim, a partir do referencial teórico da Psicanálise o autor oferece uma possibilidade de reflexão com relação aos imperativos e ideais de saúde/bem-estar vigentes na contemporaneidade, bem como, aponta para uma abertura de discussões necessárias no que diz respeito às formas de se lidar com o sofrimento psíquico na atualidade.

 

Áreas:

Ciências da Saúde,

Ciências Humanas, Psicologia, Psicanálise.

 

Sobre o autor:

Doutorando em Psicologia; Mestre em Psicologia (UNESP);

Psicólogo Clínico; Professor de Psicologia.